Diretrizes Institucionais

A Polícia Civil de Minas Gerais tem aplicado novas estratégias de gestão, balizadas pelos princípios da eficiência e efetividade, para melhor atender o cidadão.

Neste sentido, foi criado um conjunto de diretrizes conectadas às estratégias gerenciais adotadas pela instituição cujos objetivos buscam aprimorar sua gestão e fortalecer o seu compromisso com o alcance dos resultados governamentais.

Aplicação da Análise Criminal e da Inteligência Policial na Modernização da Investigação

É preciso aprimorar a efetividade da investigação criminal por meio da integração entre as unidades da Polícia Civil, potencializando a aplicação das informações nos diagnósticos da criminalidade, viabilizando, ainda, o incremento de novas tecnologias de análise criminal aplicada e a padronização dos processos investigativos.
Captação de recursos

É preciso que sejam identificadas e utilizadas fontes extraordinárias de recursos para a implementação de projetos, especialmente em razão da delicada situação econômico-financeira atual, viabilizando-se a realização dos resultados.
Definição de posições institucionais no Sistema de Justiça Criminal e em relação aos demais órgãos e entidades públicas e privadas

É preciso que a PCMG defina posições em assuntos estratégicos, comunicando-os internamente e se posicionando externamente.
Definição de protocolos de conduta e atividades

É preciso captar, registrar e armazenar o conhecimento tácito dos servidores e aprimorar os procedimentos operacionais padrão, disseminando-os por meio de protocolos padronizados. Por conseguinte, será possível orientar aos servidores a maneira adequada sobre como executar suas atribuições rotineiras, alinhando condutas e atividades no âmbito organizacional.
Diagnóstico Institucional

É preciso diagnosticar a real situação dos recursos humanos e logísticos das unidades da PCMG de forma a aperfeiçoar a sua capacidade de gestão, potencializando a tomada de decisão e a utilização dos recursos disponíveis.
Desconcentração da Gestão com níveis adequados de autonomia dos Departamentos, Delegacias Regionais e demais unidades da linha intermediária

É preciso adotar estratégias que possibilitem a autonomia administrativa das unidades policiais no âmbito local e regional, fazendo com que a Chefia da PCMG se dedique à gestão estratégica institucional.
Excelência na prestação de serviços nas áreas de polícia judiciária, identificação e trânsito com foco na qualidade do atendimento ao cidadão

É preciso aprimorar a prestação dos serviços à sociedade nas áreas de polícia judiciária, identificação e trânsito por meio da padronização dos processos, integração de dados e compartilhamento de informações em âmbito estadual, possibilitando a melhoria do atendimento ao cidadão.
Eficiência da comunicação interna e externa

É preciso que os canais de comunicação interna viabilizem a transmissão de informações em tempo real de forma a alcançar todos os níveis hierárquicos, inclusive com a utilização de tecnologias habituais. É preciso que a comunicação externa seja ágil, eficaz e que mantenha a unicidade organizacional.
Melhoria do Gasto e Otimização do Orçamento

É preciso alinhar a execução orçamentária ao planejamento estratégico da PCMG, refletindo a real necessidade das unidades da PCMG de forma a maximizar a utilização dos recursos destinados a instituição.
Integração Interna

É preciso aprimorar a interlocução entre as chefias intermediárias e a alta administração a fim de promover a integração estratégica e potencializar a atuação conjunta das unidades da PCMG.
Tratamento regionalizado do fenômeno criminal

É preciso melhorar o tratamento do fenômeno criminal regionalizado, conforme a realidade e as prioridades de cada território do Estado, tornando a investigação um instrumento eficaz na redução da violência.
Padronização da Identidade Institucional

É preciso que a PCMG tenha uma imagem global padronizada, seja em seus uniformes, unidades e símbolos, seja na divulgação de ações que viabilize ao público interno e externo a percepção da instituição Polícia Civil e não de algumas de suas unidades específicas.
Valorização e capacitação dos servidores

É preciso valorizar os servidores da PCMG por meio de ações que viabilizem o bem-estar físico e psicossocial, o desenvolvimento profissional, a gestão por competências, a implementação de banco de talentos, possibilitando, dentre outros benefícios, a melhoria da gestão de pessoas.

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves
Prédio Minas, 4º andar

Rodovia Papa João Paulo II, 4143 - Serra Verde
Belo Horizonte - MG
CEP - 31.630-900

PCMG © 2018 | Todos os direitos reservados.