serviços

Integração institucional

Integração no Sistema de Defesa Social

A atuação integrada da Polícia Civil, órgão autônomo do Estado, no Sistema de Defesa Social ocorre por intermédio das seguintes ferramentas: Colegiado de Defesa Social; Integração territorial em Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP); Emprego da metodologia de Integração da Gestão de Segurança Pública - IGESP e através do Sistema Integrado de Defesa Social (SIDS).


Colegiado de Defesa Social

O Colegiado é presidido pelo Secretário de Defesa Social e composto pelos titulares dos órgãos do Sistema Integrado de Defesa Social. São eles: o secretário adjunto de Defesa Social, o subsecretário de Administração Penitenciária, o Chefe da Polícia Civil, o Comandante-Geral da Polícia Militar, o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar e o Defensor Público Geral.

O Colegiado é responsável pela formulação e aprovação de diretrizes e estratégias para a integração do sistema de defesa social, assim como pelo acompanhamento da gestão da integração dos diversos órgãos que o compõem.
Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP)

As áreas integradas de segurança pública são circunscrições territoriais que agregam a instância prestadora de serviços públicos essenciais, com a responsabilidade compartilhada e direta de uma Delegacia de Polícia Civil e uma Unidade da Polícia Militar operando como unidades de planejamento, execução, controle, supervisão, monitoramento corretivo e avaliação das ações locais de segurança.

A formatação das AISP decorre da compatibilização das áreas de competência das forças policiais, a partir da referência dos indicadores demográficos, sócio-econômicos e de infraestrutura.


IGESP - Integração da Gestão de Segurança Pública

A metodologia IGESP consiste em meio de resolução de problemas alicerçado nos seguintes princípios básicos: diagnóstico técnico-científico da criminalidade; troca de informações de Segurança Pública entre os órgãos; envolvimento de diversos atores do Sistema de Defesa Social e da comunidade; definição de medidas de intervenção compartilhada entre os diversos profissionais; estabelecimento de metas e prestação de contas.
Desta forma, constitui-se uma importante ferramenta de planejamento operacional, mobilização e compartilhamento de responsabilidades e de avaliação de desempenho.


Sistema Integrado de Defesa Social (SIDS)

O SIDS permite a gestão das informações de defesa social relacionadas às ocorrências policiais e de bombeiros, à investigação policial, ao processo judicial e à execução penal, sendo estruturado operacionalmente pelo Centro Integrado de Atendimento e Despacho (CIAD) e pelo Centro Integrado de Informações de Defesa Social (CINDS).

O Centro Integrado de Atendimento e Despacho (CIAD) constitui-se de uma central única de atendimento de chamadas de emergências policiais (civil/militar) e de bombeiros em um mesmo espaço físico e organizacional e tem por finalidade coordenar e gerenciar as ações operacionais que envolvam os respectivos órgãos.

O Centro Integrado de Informações de Defesa Social (CINDS) é a Unidade responsável pela análise criminal e de sinistro de todo o ciclo de informações, desde o registro do fato até a execução da pena ou solução do sinistro.

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves
Prédio Minas, 4º andar,
Rodovia Papa João Paulo II, 4143, Serra Verde
Belo Horizonte - MG
CEP - 31.630-900